NA MÍDIA

  • 01

    JUL

    0

    comentário

    Comentar

    Entrevista ao Blog Papo de Job

    Entrevista para Papo de Job.

    Disponível em: http://papodejob.com.br/ricardo-pastore-a-espm-o-varejo-e-o-futuro/

    Acesso em 01/07/2015.

    Propaganda continua sendo a alma do negócio para o varejo? 

    Propaganda promocional é a principal arma do varejista para se comunicar com o mercado. A estratégia continua sendo a mesma, motivar o consumidor a ir até a loja em busca de produtos com preços baixos e realizar vendas adicionais por meio de influências planejadas em diversos pontos de contato existentes na loja;

    Lojas de rua x Shoppings. Para onde está pendendo a tendência de melhores negócios para lojistas e consumidores?

    Os shopping exercem grande poder de atração e conseguem levar muitos consumidores às lojas ali instaladas, unindo conforto, segurança, conveniência, sofisticação, etc. As lojas de rua possuem a vantagem de estarem mais próximas dos seus clientes, em endereços de maior conveniência, porém sofrem com o caos urbano, como falta de segurança e dificuldade para estacionamento. Como o mercado de consumo no Brasil tem grande potencial de expansão, os shopping no momento se expandem mais rapidamente, mas as ruas também podem oferecer excelentes condições para os lojistas, mas para isso são necessários projetos de revitalização urbana, criação de novas ruas de comércio, enfim o tão falado gap da infraestrutura brasileira aparece aqui também.

    Você é um inquieto estudioso de varejo, que viaja o mundo acompanhando as tendências. Quais os próximos capítulos que viveremos no Brasil nesse segmento?

    Ao mesmo tempo em que o varejo brasileiro olha para as novidades tecnológicas, ainda lida com limites de gestão. Há muitas empresas com baixo nível de profissionalização e de governança o que as colocam em um patamar de competitividade inferior, consequentemente, adiando seu desenvolvimento. O segmento precisa investir em inovação, unir tecnologia online com varejo físico e utilizar esse processo também para aprimorar a sua gestão, não há como fugir destas duas frentes de trabalho;

    O Retail Lab da ESPM é fantástico para quem ama o varejo. Como nasceu esse projeto que merece visita de todo profissional de comunicação?

    O Retail Lab foi uma concepção dos Profs. Francisco Gracioso, ex-presidente e atual conselheiro da ESPM e do saudoso Prof. Carlos Monteiro, ja falecido, ex-diretor geral da Pós-Graduação. Fui convidado a participar deste momento de concepção, auxiliando na definição de diversas dúvidas. Em seguida, desenvolvi o projeto com a Prof. Heloisa Omine, um dos grandes nome da nossa instituição, tendo em vista unir diversos formatos em um só. Assim nasceu o Retail Lab que está prestes a completar 10 anos de existência.

    Você é um dos professores da ESPM que mais conseguem gerar paixão pelo varejo em seus alunos. Como você se vê nesse papel?

    Eu simplesmente passo aquilo que aprendi e que continuo aprendendo. Formamos lideres e para isso, temos que formar visão em quem aprende conosco, ao mesmo tempo em que utilizamos as bibliografias mais atuais e métodos de ensino que melhoram a produtividade das aulas e do processo de aprendizagem.

    Os cursos de férias da ESPM são sempre uma grande oportunidade de atualização, com muitas opções a custos mais viáveis, para quem mora em outras cidades e estados. Qual o seu melhor apelo para convidar os profissionais a abraçarem essas oportunidades?

    Eu gosto muito dos cursos de férias, vem gente do Brasil inteiro, a sala se torna uma grande oportunidade para novos relacionamentos profissionais e pessoais. As aulas ficam muito dinâmicas, ocorrem todas as noites em apenas uma semana, portanto, em um curto espaço de tempo, conseguimos promover excelente upgrade na formação dos nossos alunos;

    Para quem quer trabalhar comunicação de varejo o caminho de qualificação é árduo e exige atualização constante, mas qual deve ser o ponto de partida?

    Trabalhar com comunicação de varejo é muito gratificante e abre portas para grandes oportunidades profissionais. Deve haver predisposição para lidar com coisas novas que ainda não foram utilizadas muitos vezes por aqueles que lideram os novos profissionais. Novas plataformas tecnológicas permitem agilidade, redução de custos e excelentes resultados na produção de peças promocionais por exemplo. A tecnologia está revolucionando o setor e isso vai fazer com que as empresas aumentem a sua presença na comunicação de varejo, provocando assim maiores oportunidades para profissionais com boa formação. Escolha empresas que valorizam a formação profissional, que ensinam e que oferecem oportunidades de crescimento interno.

     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« Voltar

Copyright © 2011-2012 RICARDO PASTORE. todos os direitos reservados.

Desenvolvimento: