Crise? Esse bicho não é tão feio.

Desde o início desta crise que deixou a todos perplexos e já passados cerca de seis meses, alguns aprendizados podem ser registrados:

1as empresas estão se mexendo! o profissionalismo presente nas estruturas faz com que ocorram reações rápidas e focadas em busca de produtividade, portanto … a hora não é para amadorismo;

2programas de formação gerencial foram resgatados, também tendo em vista a melhoria na capacitação e produtividade das atuais estruturas, ou seja, de volta para a escola;

3a comunicação de varejo tem ajudado varejistas a manter suas lojas movimentadas e a construir / reforçar imagem de marca. Agressividade na comunicação – essa é a palavra;

4mudança nas fontes de abastecimento, como estratégia de se obter produtos de menor custo, ou melhor, invertendo a inércia da cadeia de distribuição e colocando a necessidade do consumidor em primeiro lugar;

5aumenta a preocupação com o relacionamento com clientes, visando melhorar  o atendimento, aliás já não era sem tempo! Atender bem é básico, queremos mais que o normal, queremos um atendimento exemplar, acima das expectativas, ou não?

Enquanto o cenário não entusiasma e dificulta fazer previsões, é melhor falar sobre realizações com base nas empresas que buscam a liderança ou manterem-se como tal. Liderança é atitude, portanto conduza o seu negócio como um líder e deixe a crise para digamos, os outros 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *